terça-feira, 16 de março de 2010

Celular carregado com Energia Cinética

Recentemente, a Nokia registrou nos Estados Unidos uma patente de celular “movido” a energia cinética. Segundo a New Scientist, a patente registrada pela empresa descreve um celular que é carregado por meio do movimento do usuário.

O resumo da patente explica seu funcionamento desta forma: ”Em resposta à translação e/ou rotação do dispositivo, porções de forças induzidas pela massa da bateria se transferem aos elementos piezelétricos. A energia elétrica gerada é captada por um controlador e pode ser aplicada à bateria”.

”Os componentes mais pesados, como o transmissor, o circuito e a bateria, se posicionam em um suporte firme. O suporte se equilibra em dois conjuntos de trilhos que permitem movê-lo de cima para baixo e da direita para a esquerda. Faixas de cristais piezelétricos se localizam na extremidade de cada trilho e geram uma corrente quando são pressionados contra o suporte. Desta forma, quando o telefone se move, a energia gerada carrega um capacitor que transfere a carga para a bateria”, detalha a New Scientist.

O desenvolvimento deste produto segue uma tendência em crescimento nos últimos anos, o investimento em dispositivos independentes da rede elétrica, como os celulares solares. Mas dá um passo adiante, já que o aparelho sequer depende do Sol para ser carregado. Dispositivos como este poderiam ser interessantes para países em desenvolvimento com problemas de abastecimento de energia elétrica e também para países desenvolvidos.

O TreeHugger resume desta forma a nova criação da Nokia: "Uma patente como esta significa o princípio da exploração da energia cinética em aparelhos eletrônicos, integrados de forma real e tangível. Mas ainda deve levar um bom tempo até que possamos andar por aí com celulares que não precisem ser ligados na tomada ".

Fonte: Discovery

Um comentário:

  1. Legal, cada vez nos somos mais fontes de energia!

    ResponderExcluir